segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Falta de manutenção do veículo é infração grave e aumenta riscos à segurança

Penalidade ao condutor é R$ 127,69, valor que passará para R$ 195,23 a partir de novembro


A falta de manutenção e de conservação do veículo não é um simples descuido. Motorista que não se preocupa em mantê-lo em dia comete infração grave, que soma cinco pontos na carteira de habilitação. A multa, por enquanto, é de R$ 127,69. Mas, a partir de novembro, passará para R$ 195,23. 

E o problema não é apenas a infração de trânsito. O responsável pela área de Pesquisa e Desenvolvimento do ONSV (Observatório Nacional de Segurança Viária), Renato Campestrini, alerta que um veículo malconservado coloca em risco todo mundo no trânsito: “quando se deixa de realizar a manutenção de forma adequada, está se colocando a própria vida e a dos demais usuários da via em risco. Manutenção de freios, pneus, itens de segurança, palheta do limpador de para-brisa, são itens que, num momento de dificuldade, se não estão em dia, pode causar problemas e levar a um acidente.”

Campestrini lembra que, quanto mais idade o veículo tem, maior é a necessidade de cuidados. Segundo o especialista, as revisões devem ser mais frequentes, para verificação, por exemplos, dos sistemas de freios, de suspensão e pneus.   

Em 2015, a Polícia Rodoviária Federal aplicou, em média, 75 multas por dia a motoristas que trafegavam em veículos em mau estado de conservação, colocando em risco a segurança viária. No total foram mais de 27 mil autuações.

Um comentário:

  1. Entendo o caráter pedagógico da multa, no entanto, no Rio de Janeiro existe a vistoria obrigatória dos veículos que com a aprovação desta subentende-se que este está totalmente apto para a circulação o que por conseguinte não pode ser multado principalmente por má conservação ou manutenção eis que possui o selo de aprovação do Detran RJ.

    ResponderExcluir