sábado, 19 de setembro de 2015

Hipnose na Estrada: Já ouviu falar?

Quantas vezes você está ao volante e dependendo do longo percurso não recorda dos últimos quilômetros percorridos ou de como chegou a determinado local? Muitos motoristas já devem ter sentido esse efeito fisiológico que se chama Hipnose na Estrada.

Hipnose na estrada é definida como um evento onde um motorista entra em um estado de transe por olhar para os padrões de estradas monótonas. Esse efeito fisiológico é observado na maioria dos motoristas que dirigem em trajetos longos, geralmente em uma autoestrada de pouco tráfego. O condutor tem sua consciência alterada para um estado intermediário entre o sono e a vigília, e pode relatar dissociação, ou seja, sentir que não é quem dirige, estar “no automático”.

Esse termo foi divulgado pela primeira vez em 1921 por psicólogos que perceberam que os motoristas quando viajavam por estradas que indicavam para um ponto distante no horizonte tendiam a entrar em um estado parecido com um transe, ou seja, dormindo de olhos abertos. As causas desse fenômeno são devido a monotonia da tarefa de dirigir, a fadiga e o tédio do motorista. Geralmente pode ser observada quando o sono e o cansaço conduzem a um estado mental de dormir com os olhos abertos, o que faz adormecer os sentidos alterando a atenção e o foco de nossa consciência.

Por isso é importante lembrarmos que esses efeitos podem ser evitados se pararmos para observar o limite do nosso corpo e suas necessidades. Um bom descanso é essencial para manter atenção e a disposição ao conduzir um veículo.

MELISA PEREIRA - Psicóloga Clínica, Organizacional e Trânsito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário