quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Uso da cadeirinha continua sendo fiscalizado em veículos de Caruaru

Com apoio dos agentes do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE) a equipe de fiscalização da Autarquia de Trânsito e Transporte de Caruaru (Destra) continua com a operações em portas de escolas públicas e privadas, objetivando garantir o uso correto da cadeirinha. É importante ressaltar que para cada fase de crescimento da criança, há um modelo adequado de cadeirinha. “Os pais precisam conhecer os modelos de cadeirinhas indicados de acordo com a idade, peso e altura da criança”, comentou Alex Monteiro, gerente de fiscalização da Destra. “Além disso, é preciso verificar se  tem o selo de controle do Inmetro, obrigatório desde abril de 2009. A certificação garante que o produto atenda aos requisitos mínimos de segurança previstos em norma”, completou.

Em julho de 2011, 17% das multas aplicadas pela Autarquia foram por transportar crianças em veículo automotor sem observância das normas de segurança especiais estabelecidas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Em agosto, com a volta do período escolar, esse percentual subiu para 25%. A Destra revela ainda que em um ano uma média de 250 condutores foram autuados por desobedecer ao Código.

Desde setembro de 2010 as crianças de até um ano de idade devem ser transportadas no equipamento denominado conversível ou bebê conforto. Já as crianças entre um e quatro anos precisam ser transportadas em cadeirinhas e de quatro a sete anos e meio em assentos de elevação. As que possuírem mais de sete anos e meio até os dez anos permanecerão sempre no banco traseiro, com o cinto de segurança.

Desrespeitar as determinações do CTB é infração gravíssima, gera para o motorista sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH), e multa no valor de R$ 191,54.

Fonte: Jornal Extra

Nenhum comentário:

Postar um comentário