segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Combustível adulterado danifica peças e aumenta o consumo

Aquela economia de poucos centavos na hora do abastecimento pode trazer grandes problemas. Ao trocar um posto com procedência na qualidade da gasolina ou álcool por um desconhecido, essa pechincha pode desaparecer rapidamente, já que em breve o prejuízo com troca de peças será maior e o consumo aumentará.

A adulteração é a adição de qualquer produto que modifique as características originais do combustível. Na gasolina a artimanha mais comum é a adição de solvente. No álcool o vilão é a água. Em qualquer um dos casos, o rendimento do carro vai cair. “Há uma interferência direta na mistura de ar e combustível que chega à câmara de combustão. Além de aumentar o consumo, isso prejudicará outras peças e pode provocar falhas”, diz Silvio Figueiredo, pesquisador do Laboratório de Motores do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).

Entre os problemas do uso de combustível adulterado está o entupimento da bomba que fica no tanque e leva o combustível até o motor. Com isso, o carro começa a falhar e o motor morre, sendo preciso dar a partida várias vezes para voltar a funcionar.

Em carros equipados com injeção eletrônica, os danos podem ser ainda maiores. O uso de combustível adulterado pode entupir os bicos injetores, causando falhas no motor e comprometendo o desenvolvimento do veículo. O acúmulo de resíduos na parte interna do motor também merece atenção.

O combustível adulterado também irá prejudicar as velas e o catalisador. E qualquer uma dessas peças com defeito irá aumentar o consumo do automóvel. Por isso, a dica é sempre abastecer nos postos que você conhece. Em caso de necessidade ou em viagens, procure postos com selo da Agência Nacional do Petróleo (ANP). 

Limpeza dos bicos injetores 

Os bicos injetores são pequenas válvulas de acionamento elétrico cuja função é garantir a dosagem correta de combustível que o motor necessita. A limpeza dos bicos injetores só deve ser feita após diagnóstico de um mecânico especializado. O problema mais comum é o entupimento da injeção por impurezas vindas geralmente de combustível adulterado.

Fonte: Terra.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário