quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Carros parados por longo período precisam de cuidado extra

Não é porque você está rodando pouco com seu carro que precisa esquecê-lo na garagem. As montadoras recomendam que o veículo seja ligado pelo menos a cada 15 dias por 15 ou 20 minutos. Assim, garante que a bateria não morra e os fluidos permaneçam em boas condições. É bom também ligar o ar condicionado.

Um veículo que permanece parado por aproximadamente seis meses poderá não ter o mesmo funcionamento. A vida útil do automóvel fica comprometida por diversos fatores: borrachas ressecadas, lubrificantes que perdem as características, combustível oxidado...Caso seja necessário parar por vários meses, a Volkswagen recomenda em seu manual que  providências sejam tomadas. Veja algumas dicas para tentar evitar os danos:

1) É recomendado manter os pneus suspensos. O contato com solo pode, com o tempo, deformá-los e deixá-los quadrados.

2) O escapamento está sujeito à corrosão precoce. Como protegê-lo internamente é impossível, o jeito é evitar guardar o veículo molhado e em lugar úmido e não arejado.

3) Antes de iniciar o período de inatividade, troque o óleo do motor, líquido de arrefecimento e abasteça com gasolina aditivada e deixa o veículo ligado durante alguns minutos. Quando voltar a usar, troque os líquidos e novamente abasteça com gasolina aditivada.

4) Para diminuir a oxidação dos discos e tambores que tornam o freio excessivamente agressivo, procure guardar o carro em local seco e arejado.

5) A lubrificação das rodas não resiste ao período inativo. Se o carro parar por mais de seis meses, o jeito é trocar a graxa imediatamente antes do uso.

6) Para evitar os problemas relacionados às borrachas, dois dias antes da imobilização lave bem o carro com produtos neutros e muita água. Seque-o bem e deixe no sol por alguns minutos. Encere-o com uma cera protetora e guarde em lugar seco e bem ventilado. Não coloque capas que impeçam a ventilação do veículo.

7) Desligue os cabos da bateria e mantenha os braços dos limpadores dobrados, sem contato com o vidro.

Fonte: Terra.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário