terça-feira, 10 de setembro de 2013

Entenda o que são e a importância dos tambores no carro

Não estranhe se o mecânico disser que é necessário trocar o tambor do seu carro. Sim, carros também têm tambor. E nada tem a ver com os equipamentos de som. São componentes do sistema de freio dos automóveis.

Maior parte dos carros que roda no Brasil usa freios a disco na dianteira e com tambor na traseira. É uma peça que parece uma bacia que envolve o sistema de freio. Quando o freio é acionado, a lona toca no tambor para parar as rodas traseiras.

Por serem fundamentais para os freios traseiros, os tambores devem estar em boas condições. Eles não podem ter rachaduras, frisos nem estarem finos demais. Feitos de ferro fundido, eles são resistentes, mas podem sofrer danos se o motorista rodar muito tempo com as lonas de gastas.

Se estiverem com frisos, os tambores podem ser retificados, mas é preciso respeitar a espessura mínima recomendada pelas montadoras. E sempre retificar os dois lados. Além de perda de eficiência na frenagem, problemas nos tambores podem trazer trepidações nas rodas que podem ser sentidas ao pisar no pedal ou até mesmo rodando.

Frisos ou rachaduras podem até provocar a quebra completa do tambor, situação que deixará o motorista sem freio. 

Discos nas quatro rodas 

Se seu carro tem freio a disco nas quatro rodas, ele não tem tambor. Neste caso, você deve manter em dia as pastilhas e os quatro discos. Independentemente do veículo, a revisão do sistema de freio deve ser feita a cada 10 mil quilômetros em uma empresa especializada.

Fonte: Terra.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário