quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Empresas poderão ser multadas caso motorista assuma função de cobrador

As empresas de ônibus poderão ter de pagar multa caso o motorista acumule a função de cobrador. A medida está prevista do Projeto de Lei 5327/13, do deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), que inclui a duplicidade de função entre as infrações gravíssimas previstas no Código Brasileiro de Trânsito (Lei 9.503/97).

O parlamentar cita o acidente de ônibus ocorrido no Rio de Janeiro, em abril deste ano, que matou sete pessoas - o motorista também exercia a função de cobrador. O projeto, segundo ele, pretende “coibir a direção perigosa e desatenta, bem como responsabilizar a empresa transportadora de passageiros ou cargas pelo pagamento da multa”.

A Câmara analisa outro projeto de lei (2163/03) que proíbe as concessionárias de transporte urbano de exigir que os motoristas de ônibus exerçam simultaneamente a função de cobrador. A proposta foi aprovada pela Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público, mas havia sido rejeitada pela Comissão de Viação e Transportes. Ela será analisada ainda pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania antes de ser votada no Plenário. 

Tramitação
O PL 5327/13 será votado de forma conclusiva pelas comissões de Viação e Transportes, e Constituição e Justiça e de Cidadania.

Íntegra da proposta:

Nenhum comentário:

Postar um comentário