segunda-feira, 16 de setembro de 2013

É mito. Som potente do carro não aumenta consumo

Você já deve ter ouvido por aí que o som potente no carro aumenta o consumo de combustível. A justificativa estaria na necessidade do alternador puxar mais energia do motor do carro. Esse, na verdade, é mais um mito relacionado à manutenção automotiva. Se você estava pensando em colocar mais alto-falantes e amplificadores, saiba que os equipamentos de som não influenciam em nada no seu gasto no abastecimento.

Thiago Marques, proprietário da Seven Sound, empresa especializada em som do Rio de Janeiro, diz que equipamentos mais potentes não interferem em nada no funcionamento do motor e, portanto, não fazem o carro injetar mais álcool ou gasolina. “A quilometragem por litro será a mesma. Só poderá ter alguma diferença se a pessoa quiser ficar com o carro funcionando enquanto escuta som parado. Neste caso, claro, o motor seguirá consumindo combustível”, diz.

Marcelo Alves, professor e engenheiro da Escola Politécnica da USP (Poli-USP) explica que nem mesmo a instalação de uma bateria extra (se necessário) influencia no consumo. “O que pode acontecer é o alternador não dar conta de carregar as duas baterias e precisar ser substituído por um de capacidade maior”, observa o engenheiro. 

Avaliação da bateria
É importante lembrar que o motorista sempre deve fazer uma avaliação da bateria quando for instalar um som mais potente. A bateria dos carros tem uma capacidade específica para gerar energia para todos os componentes eletrônicos, como vidros elétricos, limpadores e luzes. Se forem colocados muitos alto-falantes e amplificadores, por exemplo, há risco do motorista não conseguir fazer o carro funcionar no outro dia.

Fonte: Terra.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário