sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Bicos injetores só devem ser limpos em caso de emergência

Os bicos injetores são pequenas “válvulas” de acionamento elétrico cuja função é garantir a dosagem correta de combustível que o motor necessita. São fundamentais para o funcionamento do veículo, sim. Mas nem por isso elas precisam ser limpas toda hora, como você já deve ter ouvido por aí. A limpeza dos bicos da injeção eletrônica só deve ser feita em caso de grande acúmulo de sujeira, após detecção em aparelhos específicos.

Para funcionar perfeitamente, o motor necessita da quantidade de combustível correta para executar a combustão. Para injetar as minúsculas gotas, os orifícios dos bicos são extremamente pequenos. Por conto disso, uma sujeira minúscula pode obstruí-los. Essas impurezas entopem, totalmente ou parcialmente, os injetores e prejudicam a saída do combustível para o motor, o que pode causar aumento do consumo, falhas na aceleração e perda de potência.

Por isso, em vez de pensar em limpar os bicos injetores, o motorista precisa ficar atento à manutenção preventiva. “Se o filtro de combustível for trocado no prazo e o motorista abastecer em lugares confiáveis, possivelmente nunca precisará fazer a limpeza dos bicos”, diz Daniel Lovizaro, chefe de Assistência Técnica da Divisão Automotiva da Bosch. 

Filtro de gasolina em dia 

 O maior inimigo do injetor é o combustível usado no seu carro. É ele que causa o entupimento do sistema. E não é somente em caso de adulteração. A gasolina e o álcool muitas vezes conservam sujeira do processo de transporte e armazenamento até chegar aos postos.  Somente a troca do filtro de combustível no prazo especificado pela montadora evita a chegada dessa sujeira aos bicos injetores. Em média, o filtro deve ser substituído a cada 10 mil quilômetros.

O uso de combustível aditivado (gasolina ou álcool) é uma boa dica para evitar que o sistema de injeção eletrônica sofra interferência que afete o seu desempenho. Na aditivada, existem substâncias que promovem a remoção de resíduos do sistema de injeção eletrônica.

Fonte: Terra.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário