quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Tanque muito cheio prejudica peça do carro

Quando você pedir para completar o tanque do carro e escutar aquele click na bomba é sinal de que o reservatório está cheio. Não deixe o frentista colocar mais combustível, aquele “pouquinho a mais”. Ao longo do tempo, o excesso de álcool ou gasolina pode prejudicar uma peça do seu automóvel e provocar falhas.

Todos os tanques têm um limite estabelecido pelas montadoras. E a bomba do posto tem um sensor justamente para detectar esse limite. Ela corta o abastecimento automaticamente ao detectar que o reservatório está cheio. Se ele receber álcool ou gasolina além do necessário, esse excesso atingirá o filtro de cânister, uma peça responsável por evitar que gases tóxicos, os hidrocarbonetos, cheguem ao meio ambiente. O líquido irá molhar a peça, que tem carvão por dentro.

Além de prejudicar a peça, que precisará ser trocada, o combustível no cânister faz soltar as partículas de carvão que existem dentro dele. O carvão acaba parando no tanque e pode ser sugado pela bomba de combustível, provocando falhas ao checar no sistema de injeção.

Então não insista. Se a bomba fizer “click”, é sinal de que o tanque está cheio.

O marcador de combustível no painel mostrará isso e a medida deve ser sempre usada como regra para fazer a média de consumo.

Fonte: Terra.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário