segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Sensor ajuda a controlar velocidade do limpador

Você é um daqueles motoristas que se incomoda em ficar aumentando e abaixando a velocidade do limpador em dias de chuva? As montadoras de veículos pensaram até nisso. Quase todas já oferecem o sensor de chuva, sistema que aciona automaticamente as palhetas para limparem os vidros quando identificam os primeiros pingos.

A função do sensor é simples: acionar o limpador de para-brisa ao notar chuva e controlar a velocidade para não prejudicar a visão do motorista. É possível ativar ou desativar seu acionamento automático na alavanca localizada atrás do volante.

Esse dispositivo eletrônico funciona basicamente pela emissão e recepção de luz. Na base do retrovisor interno existe um sensor cuja função é medir a da luminosidade refletida no para-brisa. Caso chova, esse sensor gera um sinal elétrico para o temporizador do limpador, ajustando sua velocidade de acordo com o volume de chuva. 

Palhetas
O sensor liga o limpador sozinho, é verdade, mas a qualidade das palhetas quem controla é você. A palheta do limpador, que é a parte com borracha e que efetivamente limpa o vidro, deve ser trocada no máximo uma vez por ano, segundo o chefe de assistência técnica de autopeças para o mercado brasileiro da Bosch, Daniel Lovizaro. Para saber quando é a hora de fazer a mudança, é preciso observar sua efetividade. Se a qualidade cair e você perceber o vidro embaçado, está na hora da mudança.

Fonte: Terra.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário