terça-feira, 13 de agosto de 2013

Na troca de óleo, troque também o filtro

Entre as dicas para manutenção do seu carro há uma simples, mas extremamente importante: se trocar o óleo, troque também o filtro de óleo. Não fique em dúvida. Não tente “economizar”. O descuidado com o filtro trará sérios riscos a peças como anéis, pistões e mancais e pode até fundir o motor.

Em carros mais antigos, o mais comum era trocar o filtro a cada duas ou três trocas de óleo. Nos atuais, porém, as montadoras recomendam fazer as trocas de ambos ao mesmo tempo. O prazo varia de modelo para modelo e deve ser consultado no manual do proprietário do veículo. Tanto o filtro quanto o óleo precisam ser substituídos por marcas com as mesmas especificações do original.

Pelo filtro passa todo o óleo que lubrifica o motor. Ele tem a função de reter impurezas como partículas de metal geradas pela fricção das peças móveis do motor, além de partículas derivadas da combustão. O contato das peças internas do motor, como pistões, podem deixar essas impurezas. Por isso, a importância da peça não ser velha. Se o filtro é muito antigo, ele não consegue segurar essas partículas.

Portanto, nunca descuide das trocas de óleo (e do filtro). Siga exatamente o que recomenda a montadora. E vale lembrar que o prazo de troca não está relacionado somente com a quilometragem. Óleo também fica velho, mesmo se o veículo roda pouco. As montadoras também falam do período máximo para troca, que geralmente é de seis meses.

Fonte: Terra.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário