terça-feira, 9 de julho de 2013

Ligar o carro com o pé na embreagem pode ajudar motor

Dirigir com o pé na embragem pode estragar o carro, mas não é nenhum pecado pisar no pedal esquerdo ao dar a partida. Pelo contrário, para alguns veículos pode ser até positivo, principalmente nos mais antigos, pois evitam desgaste da bateria.  A prática também dá mais segurança aos motoristas, que assim evitam trancos caso automóvel esteja parado com a marcha engatada.

O supervisor técnico de automotiva do Senai do Rio de Janeiro, Edilson Caldas, explica que pressionar a embreagem quando se gira a chave ajuda a diminuir o peso arrastado pelo motor de partida. “Isso aumenta a vida útil do motor de partida e da bateria”, comenta. Esses efeitos serão sentidos, principalmente, em carros fabricados de antes do ano 2000. “Nos carros mais antigos isso faz total diferença”, garante. Mesmo no carros mais novos, em que os motores já são projetados para suportarem todo o peso da partida em condições normais, essa é uma forma de melhorar ainda mais as condições de funcionamento.

O motor de partida sofre uma grande carga quando o carro é acionado, pois movimenta os componentes internos do motor do automóvel, para fazer com que ele pegue. Mas além do peso do motor, está o do câmbio. Quando se pisa na embreagem, o motorista faz com que o motor seja desacoplado da caixa de marchas, o que alivia o peso. A embreagem também não é prejudicada nesta prática, pois sofre uma carga pequena.

“É mas uma opção que até muitas montadoras já adotaram  para se dar a partida nos veículos. - Isso pode facilitar a partida do veículo? Pode. O motor de partida tem o alívio das inércias dos eixos e engrenagens da caixa de câmbio agravadas com o aumento de torque que o óleo provoca (especialmente quando frio), trabalhando mais leve”, diz Airton do Prado, gerente de Assistência Técnica e Produtos da Aftermarket América do Sul.

Um outro motivo para se pisar na embreagem durante a partida é a segurança. Quando o carro é deixado desligado, mas engatado, caso o motorista não pressione a embreagem durante a partida, ele poderá dar um tranco e causar uma colisão ou até atingir alguém que esteja próximo. Esse cuidado deve ser redobrado quando se deixa o carro em lugares com manobristas, ou onde ele precisará ser movimentado por outras pessoas, pois é comum que nesses ambientes o veículo fique engatado.

Mas depois que o carro pegar, nada de ficar com o pé no pedal esquerdo. Use-o somente para trocar de marchas, para arrancar e nas manobras em que precisa baixa velocidade, como estacionar.

Fonte: Terra.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário